segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Varejo perde 108,7 mil pontos de venda em 2016

 

g1.globo.com

 

C4jZiG1WIAM1YvN

Por G1

13/02/2017 

Em 2016, o comércio brasileiro registrou o fechamento de 108,7 mil lojas - o pior resultado desde 2005, segundo levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). No ano anterior, 101,9 mil pontos foram fechados, um aumento de quase 7% de um ano para o outro.

“A falta de dinamismo no mercado de trabalho e o crédito mais caro e restrito explicam parte significativa das perdas de vendas nos últimos anos. E o termômetro mais dramático da crise que ainda assola o setor é o número recorde de lojas que fecharam as portas ano passado”, aponta o economista da CNC Fabio Bentes.

De acordo com a CNC, o setor começa a mostrar desaceleração da queda do número de estabelecimentos. De janeiro a junho de 2016, por exemplo, o varejo perdeu 67,6 mil pontos de venda e, no segundo semestre do mesmo ano, o número de lojas fechadas chegou a 41,1 mil.

Na análise dos segmentos, liderou o número de fechamentos os ramos de hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-34,8 mil lojas), seguido pelo de lojas de vestuário, calçados e acessórios (-20,6 mil), lojas de materiais de construção (-11,5 mil) e lojas de artigos de uso pessoal e doméstico tais como eletroeletrônicos, joalherias, óticas e utilidades domésticas (-10,5 mil).

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.